Foto por OpenClipart-Vectors do Pixabay

Peças inadequadas, além de desconfortáveis, podem até causar problemas de saúde. Tecidos respiráveis são boas opções, e conforto deve ser prioridade

Como você escolhe suas roupas íntimas? Se nunca parou para pensar nisso e costuma optar pela mais bonita ou pela mais em conta, deveria rever esse hábito. Calcinha e sutiã são peças que ficam em contato direto com partes sensíveis do seu corpo, portanto interferem diretamente no seu conforto e na sua saúde.

O mercado oferece uma variedade de modelos dessas peças, para todos os tipos de corpos e de preferências. É importante pesquisar as opções para fazer escolhas que levem em conta a sua saúde, mas que também tenham a ver com o seu estilo pessoal.

Escolher uma peça diferente ou sexy, no entanto, não deve ser sinônimo de perda de qualidade, pois isso traz riscos à sua saúde. Outra regra básica é a de nunca usar peças que fiquem desconfortáveis: esse é um sinal de que algo não está certo e não deveria ser ignorado.

Por que você deveria se preocupar com isso?

Escolher calcinhas em tamanho ou tecidos inadequados não é só desconfortável, também pode criar condições ideais para o aparecimento de microrganismos que causam alergias, desequilibram a flora vaginal ou causam infecções. A probabilidade de assaduras também aumenta se a região ficar muito úmida.

Sutiãs errados, especialmente se estão apertados, também podem causar danos à sua saúde, como alergias, dores nas costas, de cabeça e mamárias, que têm probabilidade de se tornarem crônicas com o uso contínuo ao longo do tempo.

Nem todo mundo sabe, mas, em casos mais graves, usar um sutiã que não é adequado para você pode desencadear até problemas digestivos, respiratórios e de circulação sanguínea.

Como escolher certo?

A melhor escolha de peças íntimas deve se basear em uma série de fatores que, juntos, garantem uma prioridade básica em qualquer escolha de vestimenta: conforto. A seguir, alguns pontos a serem observados:

  • Saiba quais são as suas medidas e compre peças em tamanho adequado. Isso vai garantir que elas não apertem, assim como evitar problemas de saúde;
  • Evite peças que comprimem as regiões íntimas. Nem seus seios e muito menos a sua vagina devem ficar apertados e abafados;
  • Prefira tecidos naturais, como o algodão, que são mais respiráveis, garantindo que a região esteja sempre seca;
  • Ao escolher lingerie de renda, prefira as calcinhas que têm o fundo de algodão e, de preferência, sutiãs que tenham forro também nesse material. Isso garante mais conforto e pode ajudar a evitar alergias;
  • Prefira sutiãs com opção de regulagem na alça para que você possa deixar na medida ideal para o seu corpo;
  • Verifique, também, a elasticidade das peças e se o material é de boa qualidade, o que também vai garantir a sua durabilidade;
  • Não escolha somente pelo preço. Desconfie de calcinhas e sutiãs com preço muito abaixo da média do mercado, pois eles não costumam ser confeccionados em materiais de boa qualidade;
  • Priorize modelos adequados para o seu biotipo. Alguns exemplos:
  • Quem tem as pernas mais grossas pode se beneficiar de calcinhas tipo boxer, que evitam assaduras;
  • Quem tem seios pequenos pode preferir sutiãs com bojo;
  • Quem tem seios grandes precisa de sutiãs que garantam boa sustentação, como os modelos com aro;
  • A armação do sutiã deve ficar encaixada embaixo da mama, dando um apoio ao tórax.

Sobre os tecidos tecnológicos

É preciso avaliar se a propaganda procede, mas pode ser uma boa ideia investir em tecidos tecnológicos que prometem, além de mais conforto, outros benefícios. Peças que minimizam o suor, antibactericidas e outras do tipo podem ser boas opções, especialmente para a hora dos exercícios físicos.

Rate this post

Similar Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.