Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

Além da questão estética, o colágeno também protege os ossos e os músculos.

Quando você é jovem, o colágeno é produzido naturalmente pelo corpo. No entanto, quanto mais a idade avança, menos a proteína é fabricada pelo corpo. Por isso, desde a juventude, é importante repô-la na alimentação e no skincare, com cremes à base de colágeno e com tratamentos anti-idade.

E você sabe quais são os tipos de colágeno existentes, para que ele serve e seus benefícios?

Tipos de colágeno

Os colágenos do tipo I, II, III e IV são os mais conhecidos, porém os tipos vão até o número XII. Suas funções são:

  • Tipo I: o primeiro colágeno é encontrado na pele, nos tendões, nos dentes e nos ossos, por ser mais resistente;
  • Tipo II: encontra-se nas cartilagens;
  • Tipo III: nas artérias e em alguns órgãos;
  • Tipo IV: forma membranas fibrosas extracelulares;
  • Tipo V: associados com o tipo I, encontrado em regiões que recebem grande tensão;
  • Tipo V: encontrado nos tecidos conjuntivos;
  • Tipo VII: presente na placenta e na junção dermo-epitelial;
  • Tipo VIII: parte do revestimento interno dos vasos sanguíneos;
  • Tipo IX: associado ao tipo II e encontrado na retina e nas córneas;
  • Tipo X: localizado na zona das cartilagens hipertróficas;
  • Tipo XI: encontra-se nos discos intervertebrais e está associado aos tipos II e XII;
  • Tipo XII: associado com regiões que recebem bastante tensão, é comum ser encontrado nos ligamentos e nos tendões, com os tipos I e III.

Para que serve o colágeno

Por ser uma proteína de rápida absorção, o colágeno serve para dar elasticidade e resistência. Outra função é proteger os ossos de baterem uns nos outros e de se desgastarem (nas articulações), agindo como um amortecedor. Na estética, a função da substância é dar firmeza para a pele, reduzindo rugas e linhas de expressão.

++ Ácido retinoico: entenda o que ele pode fazer pela sua pele
++ Toxina Botulínica: como age na pele?

Até porque, na pele, a quantidade de colágeno produzida diminui conforme os anos passam. Até os 30 anos, a elasticidade é boa, porém, a partir dessa idade, começa a se perceber os primeiros efeitos da redução da proteína.

Vale lembrar que a produção menor não afeta somente a pele, por isso é importante considerar a reposição do colágeno para proteger músculos e ossos.

Benefícios do colágeno

Reduzir linhas de expressão e deixar a pele mais elástica, com aparência jovem, são dois dos benefícios, mas existem outros proporcionados pelo colágeno. São eles:

Alivia dores nas articulações

O colágeno consumido via comprimidos pode ajudar a reduzir as dores articulares. Tanto que o tratamento é recomendado para atletas e para pessoas com idade avançada, de forma a proteger as articulações.

Fortalece unhas e cabelos

O colágeno hidrolisado contribui para fortalecer os cabelos e as unhas. Trata-se de um suplemento alimentar feito a partir da cartilagem e dos ossos bovinos. É indicado nos casos de unhas e de cabelos quebradiços e contribui também para melhorar o aspecto da pele.

Previne o aparecimento das rugas

Um dos benefícios estéticos mais procurados por quem busca incluir o colágeno em sua rotina. Além da versão hidrolisada, consumida por meio dos suplementos, também é recomendado ter, na rotina de skincare, cremes com a proteína em sua composição.

Combate a perda óssea

Além do cálcio, os ossos também possuem colágeno em sua composição. E, conforme os anos passam, perdem um pouco da proteína presente na região. Quanto menos colágeno, mais fracos ficam os ossos, e maiores as chances de fraturas. Com isso, a suplementação combate a perda de massa óssea.

Aumenta a massa muscular

Os suplementos de colágeno, em pó ou em cápsulas, ajudam também os músculos. Contribuem para a força e para o ganho de massa muscular, por participar na síntese da creatina, uma proteína muscular, tanto que a suplementação é indicada para atletas que buscam ganhar massa muscular.

Rate this post

Similar Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.