Opção por esse meio de transporte faz bem para a mente, o corpo e o bolso

O número de pessoas que escolhem a bicicleta como o transporte número 1 do seu dia a dia é crescente. Essa opção tem atraído cada vez mais adeptos por ser uma alternativa sustentável e que não agride o meio ambiente, visto que a pauta ambiental tem se tornado cada vez mais relevante na sociedade.

E o uso da bicicleta proporciona vários benefícios além da questão ecológica. Pedalar regularmente faz bem para a saúde do corpo e da mente e até colabora para a saúde financeira, diminuindo gastos com combustível do carro. Conheça os benefícios desse meio de transporte abaixo.

Protege contra doenças cardiovasculares

O hábito de pedalar faz bem para todo o corpo. Um dos órgãos que mais agradece essa prática constante é o coração, já que o exercício provoca a redução dos níveis de açúcar no sangue. Com eles se mantendo estáveis, o risco da pessoa desenvolver doenças como a diabetes é menor.

O ciclismo também colabora para melhorar a circulação sanguínea no corpo, fator que colabora para prevenir doenças cardiovasculares como pressão alta, derrame e ataque cardíaco.

Proporciona mais fôlego e disposição

Além do coração, os pulmões também se beneficiam desse hábito. Andar de bicicleta faz com que o organismo precise de mais oxigênio, de maneira que a prática acaba exercitando os músculos desses órgãos, aprimorando a respiração.

Uma consequência disso é que, ao longo do tempo, o praticante tem o seu fôlego melhorado, o que permite que ele percorra trajetos mais longos. Além disso, essa melhoria é sentida em outras atividades rotineiras, como fazer exercícios e subir escadas.

Melhora a resistência muscular

Andar de bicicleta também faz bem para os músculos do corpo. A prática exige esforço constante de grupos musculares de todo o organismo, como pernas, coxas, panturrilhas e braços. Com isso, ao pedalar no dia a dia, a musculatura corporal — sobretudo dos joelhos e do quadril — é aprimorada.

++ Alimentos para ganhar massa muscular

Melhora da saúde mental

Além da parte física, a mente também é beneficiada pelo hábito de pedalar. Isso porque andar de bicicleta, além de ser uma atividade física, também é uma opção para que a pessoa tenha um hobby e um momento de lazer, deixando de lado as preocupações do dia a dia.

Ao desconectar-se das obrigações e compromissos que a rotina exige, a mente fica mais tranquila e menos ansiosa. Outro benefício é que este hábito estimula a produção de endorfina, uma substância que combate a ansiedade e o estresse e promove a sensação de bem-estar.

Outra substância produzida é a serotonina, hormônio responsável pelo relaxamento corporal e por melhorar a qualidade do sono. Portanto, andar de bicicleta proporciona benefícios que podem ser percebidos mesmo quando não se está praticando a atividade.

Causa menos estresse

Como dito anteriormente, andar de bicicleta é sinônimo de ter uma rotina menos estressante. Por exemplo, quem opta por ir ao trabalho pedalando deixa de sentir estresse com questões como trânsito intenso e lento, ficar preso em engarrafamentos, enfrentar transporte público cheio e ter dificuldade para estacionar.

O resultado disso é que o lado psicológico fica menos sobrecarregado e, como consequência, a pessoa fica com um humor melhor, tornando a sua rotina ainda mais feliz.

Traz economia para o bolso

Além da economia de tempo, dado que a pessoa não precisa enfrentar o trânsito, outra notável vantagem pode ser percebida no bolso. Ao escolher a bicicleta, o gasto com gasolina é reduzido consideravelmente, algo que pode causar grande diferença no final do mês.

Inclusive, a economia também acontece em relação à manutenção, já que a manutenção da bike é bastante inferior à de um veículo.

Ajuda o meio ambiente

A importância de preservar e desenvolver uma relação mais sustentável com o meio ambiente é uma das principais pautas sociais dos últimos anos. Quem escolhe a bicicleta como principal meio de transporte desempenha um papel fundamental nesta tomada, pois ela não polui a atmosfera como os veículos automotores.

Isso também é sinônimo de mais qualidade de vida, sobretudo para quem vive nos grandes centros urbanos. Afinal, quanto mais pessoas trocarem os carros pelas bikes, menos gases poluentes estarão presentes nas cidades, melhorando a qualidade do ar.

Rate this post

Similar Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.